Vamos falar sobre antigas amizades...

Olá pessoal, a quanto tempo. Realmente, faz muito tempo que não posto nada em blog nenhum, a verdade é que não me sinto realmente inspirado a fazer nada. Não estou tento inspiração nem mesmo pra produzir meus vídeos pro meu canal no YouTube, o que eu amo muito fazer, mesmo sabendo que eles não tem quase nenhuma visita. haha
IMPORTANTE NOTAR QUE ESTE POST TEM CARÁCTER PESSOAL. Se você não quer saber da minha vida pessoal, talvez você não queira ler este post, desculpe. :)


Mas vamos ao que interessa. Então, hoje acordei meio melancólico, principalmente por saber que hoje tem mais um episódio do carnaval aqui na minha cidade (não só aqui na verdade, mas você entendeu), e que alguns dos meus amigos e parentes querem que eu vá "pular" o carnaval.
Provavelmente eu não vou, mas fiquei imaginando, de brincadeira, as fantasias que poderia ir. Pensei em Pokémon (caso esteja curioso, estava pensando em ir de Jessie da Equipe Rocket), claro, e aí que começou meu momento melancólico, comecei a pensar quando comecei a assistir o anime, o que me lembrou das minhas amizades de quando criança.
Eu sempre morei na mesma cidade, mas nos meus primeiros anos de vida, morei num outro bairro, até que meus pais decidiram se mudar para onde estamos morando até hoje. Quando vim pra cá, não tinha amigos, como era de se esperar. Foi quando meus pais me apresentaram para o Thiago, um menino que morava do lado da nossa casa, que inclusive, era filho do antigo dono do nosso terreno.
Viramos amigos bem rápido, coisas de criança, e logo ele me apresentou um amigo dele, o Lucas, que era na verdade, meu vizinho. Logo viramos amigos e passamos anos assim. Até que esse primeiro amigo, teve que se mudar. Como parecia não ser tão longe de onde morávamos, havia a promessa de que ainda seriamos amigos, e nos veríamos quase todos os dias, assim como era até aquele momento.
Mas o que aconteceu, foi o que já era esperado. Apesar de que não era tão longe assim, para uma criança era bem longe para irmos um na casa do outro. Poucas semanas depois já quase não nos víamos mais, e logo perdemos o contato.
Uma imagem só pra não deixar o post só com texto. rsrs
Mas ainda tinha meu melhor amigo, o Lucas. Eramos ótimos amigos, passávamos quase o dia todo um na casa do outro (principalmente eu na casa dele, mas isso é quase padrão pra todas as amizades. Minha casa nunca é tão divertida quanto a casa dos outros, sério. haha). Alguns anos depois ele se mudou também, mas nesse caso, foi um quarteirão de distância, então nossa amizade não sofreu nenhum dano. Continuamos a ser amigos por anos. Até que algum motivo, que não me recordo, fez com que nos afastássemos aos poucos. Um tempo depois, minha mãe me apresentou para um novo amigo. Disso eu me recordo bem.
Dias antes, eu havia passado mal (vômito, "dia de rei", essas coisas...) e ainda tava meio pra baixo, e veio minha mãe dizendo que tinha um menino no final da quadra que ela conhecia a mãe e ia perguntar pra ela se eu não poderia brincar com o filho dela, o Gabriel. Não queria muito não, vou admitir, mas aceitei, até porque nunca fui de negar o que minha mãe me manda fazer. Com pouco tempo também acabamos nos tornando amigos, mas, o Gabriel não gostava do meu outro amigo, o Lucas, então acabei ficando dividido entre amigos, e eu nunca fui do tipo que deixa uma amizade por que um não vai com a cara do outro. Fui tentando manter como estava até onde podia, o que logo desfez minha amizade com o Lucas. Não sei dizer se minha amizade com o Gabriel que desfez a com o Lucas, mas pode ser um motivo.
Minha amizade com o Gabriel, foi a mais duradoura que tive, pelo menos pelo que me lembre. Se não me engano, nos conhecemos quando eu estava na 3ª/4ª série do ensino fundamental. Sei que não foi antes porque eu e o Lucas ainda eramos amigos em 2002, ano que a Xuxa lançou o Xuxa Só Para Baixinhos 2, e nessa época ele ainda era meu "único" amigo.
Claro que tiveram outras amizades principalmente por causa de colégio, o que sempre me trouxeram boas amizades, e todas elas me fizeram ter forças pra continuar em frente e me tornaram o que sou hoje. Mas não vou enrolar mais porque cheguei na época que queria, anos 2000, onde Pokemon passava na Record no Eliana & Cia. Saudades dessa época. Lembro que eu estudava a tarde, mas sempre que dava ia na casa do Lucas assistir com ele. ksopakspoa

Sei que ninguém gosta de perder amizades, mas eu sofro muito mais que as pessoas "normais". Até hoje remoo ter perdido algumas (ou todas) de minhas amizades de infância. Todas essas amizades que falei acima, ou terminaram, ou não são mais a mesma, na maioria dos casos, essas pessoas passaram a ser só conhecidos pra mim, e acho que eu o mesmo pra elas. Sinto saudades de algumas amizades, como disse, fico destruído, e é quase impossível superar essas perdas, mas o importante é que vivi essas amizades quando e quanto pude. Não me arrependo de nenhuma delas, nem de como nossas histórias se desenrolaram durante o tempo.

Acho que vai ficar tudo bem. :)
Vamos falar sobre antigas amizades... Vamos falar sobre antigas amizades... Reviewed by Marcos Dias Meneghel on 23:27 Rating: 5

Nenhum comentário: